Patrocínio oficial

Notícias

MERO TEVE A AVALIAÇÃO DO ESTADO DE CONSERVAÇÃO VALIDADO NA OFICINA DE ANÁLISE E APLICABILIDADE DO MÉ

A professora do departamento de oceanografia da Universidade Federal de Pernambuco Beatrice Padovani Ferreira, coordenadora de táxon (unidade que pertence a ciência que lida com a descrição, identificação e classificação dos organismos) e coordenadora do Ponto Focal Pernambuco do Projeto Meros do Brasil, participou da oficina, promovida pelo ICMBio, que aconteceu entre os dias 27 e 31 de agosto, em Brasília para a validação do status de conservação de espécies.

O encontro contou com a participação de diversos pesquisadores que avaliaram diferentes grupos taxonômicos e teve como principal objetivo analisar a consistência da aplicação do método UICN (União Internacional para a Conservação da Natureza) para validar as categorias de ameaça indicadas pela comunidade científica brasileira para as espécies. Beatrice, que participou da oficina na qual as avaliações dos Epinephelideos (família dos meros, garoupas, chernes e badejos) e Lutjanideos (família do dentão, cioba e outros vermelhos) de 2008 foram validadas e atualizadas recentemente, tiveram mais uma vez suas validações. Para a professora, a oficina – que representa a etapa final do processo de avaliação do risco de extinção da fauna brasileira – foi um sucesso: “É a primeira oficina deste tipo realizada e foi uma grande oportunidade não somente para cumprir uma meta importante, que é a validação das avaliações, mas também para a troca de experiências e visões de coordenadores de vários táxons, terrestres e marinhos. Com isto vamos avançando também nos debates sobre a conservação das espécies.”

A metodologia UICN avalia o risco de extinção das espécies, com base em informações sobre sua distribuição, tamanho, tendência da população e ameaças que afetam as espécies. Para cada espécie é definida uma categoria que indica o seu nível de risco. De acordo com a validação, o mero foi classificado como Criticamente Ameaçado.

Vejam matéria na íntegra no site do ICMBio:

http://www.icmbio.gov.br/portal/comunicacao/noticias/4-geral/3225-icmbio-promove-oficina-de-validacao-da-fauna-brasileira.html

O Projeto Meros do Brasil é patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Ambiental.

FOTO: Beatrice está na segunda fileira. A terceira da esquerda para a direita.

plugins premium WordPress