Equipoise EffectsPayday Loans In Texas. Since its introduction in the market buying Cialis can be exclusively in pharmacy chains with a prescription from a doctor. I agree that this is very inconvenient and takes a lot of time and effort.
16 Setembro 2016

Ações de educação ambiental buscam o desenvolvimento local e na conservação de tubarões e arraias no litoral alagoano.

Instituto Linha D’Água divulga o resultado do seu primeiro edital para Conservação de Tubarões e Raias.
 

Durante a IX Reunião da Sociedade Brasileira para estudos dos Elasmobrânquios – SBEEL, entre os dias 24 e 28 de abril de 2016 em Penedo (AL), o Instituto Linha D’Água lançou oficialmente seu primeiro edital: Conservação de Tubarões e Raias. Foram selecionados cinco projetos, que receberão ao todo, R$ 250 mil para atuar na sensibilização dos pescadores e da sociedade acerca da importância dos elasmobrânquios e de sua conservação para a integridade dos ecossistemas marinhos. O edital contou com recursos próprios do Instituto Linha D’Água e é a primeira chamada pública para fomento de projetos realizada pelo instituto.

Ao todo, foram submetidas 23 propostas de diferentes regiões do país. O maior número de projetos propostos veio da região Sul, destacando-se o estado de Santa Catarina com 5 propostas, onde a incidência de captura de elasmobrânquios é relativamente alta. Em seguida, destacam-se as regiões Sudeste e Nordeste, cada uma com 7 propostas submetidas. O estado com maior número de projetos enviados foi São Paulo, contabilizando 6 ao todo. 

O Instituto Meros do Brasil em parceria com a Universidade Federal de Alagoas aprovou o projeto "Conservação dos Elasmobrânquios ameaçados através de educação ambiental na APA costa dos corais e litoral de Alagoas, nordeste do Brasil".

 

Tubarão-lixa
Ginglymostoma cirratum Tubarão-lixa

 

A APA Costa dos Corais - APACC (maior unidade de conservação marinha do Brasil) possui municípios com um dos piores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil, não sendo coincidência a extinção local do peixe-serra, (Pristis pristis) nos ambientes estuarinos do estado e declínio acentuado de outras espécies de hábitos costeiros, como o tubarão-lixa (Ginglymostoma cirratum) e o panã (Sphyrna tiburo), outrora comuns na unidade de conservação. Considerando a urgência de melhorar o IDH e a importância da conservação de espécies ameaçadas de elasmobrânquios, a educação ambiental assume papel fundamental no desenvolvimento local e na conservação de tubarões e arraias. O presente projeto visa utilizar a educação ambiental para capacitar, conscientizar e sensibilizar comunidades nas regiões Norte, Central e Sul do litoral alagoano e APACC sobre a necessidade de conservar os ambientes e espécies ameaçadas de tubarões e arraias, tendo como público alvo escolas, operadoras de turismo e pescadores. As atividades se darão através de capacitação de professores, desenvolvimento de atividades didáticas, inclusive práticas, palestras, confecção e divulgação de material informativo sobre os elasmobrânquios.

 

O Projeto Meros do Brasil é realizado pelo Instituto Meros do Brasil, com o apoio de diversos parceiros ao longo da costa brasileira, comprometidos com a conservação marinha em nível global.

Visite nossa Fan Page no Facebook! 

selo portaria

Login

Se você já é um Professor cadastrado, por favor faça o login para ter acesso aos arquivos.

Mero Móvel

Um viagem transdisciplinar pelo litoral brasileiro. Acompanhe a expedição!

ico facebook ico tumblr